A vida de Vardy

Para trás tinham ficado todas as dúvidas e todos aqueles jogos nos relvados pantanosos. Jamie Vardy conseguira o impensável e podia dar-se por satisfeito: o Leicester propusera-lhe a renovação de contrato, até 2018, e ele estava na Premier League.

Aos 28 anos, a coisas não estavam mal, ainda que os golos não aparecessem tanto como dantes, mas isso nem era tanto culpa dele mas do treinador. Nigel Pearson sabia que tinha em Vardy um tipo inquebrável e implacável e por isso aproveitou-o para outros trabalhos, mais defensivos, como extremo ou até médio. O Leicester conseguiu manter-se na Premier League, com uma segunda volta incrível, e Jamie Vardy deu nas vistas pelos quilómetros que corria. Era um utilitário e não um topo de gama, mas isso não lhe importava. Para quem vinha de onde ele vinha, jogar contra Fàbregas, Diego Costa, Özil, Rooney e Agüero era a gratificação suprema, uma pequena vingança contra quem dissera que ele não estava à altura da coisa. O melhor estava para vir.

Nos primeiros treinos, em 2015-16, Claudio Ranieri não acreditou no que viu em Vardy: um avançado móvel, rápido e incansável, que conseguia manter a cabeça fria na cara do guarda-redes. Não era um prodígio técnico, e o italiano sabia uma ou duas coisas sobre craques, porque já treinara (e perdera) no Chelsea, na Juventus, na Roma ou no Valencia.

Ranieri ouvia o que se dizia sobre ele: que estava velho para ganhar títulos. E Vardy também estava a bater os 30 e chegara tarde à Premier League. Um e outro, com histórias diferentes sobre a velhice, entenderam-se à primeira. E fez-se história.

Vardy quebrou o recorde de Ruud van Nistelrooy ao marcar consecutivamente nas 11 primeiras jornadas. Roy Hodgson convocou-o para a seleção inglesa. Vardy começou trocar tweets com van Nistelrooy e membros dos One Direction. A Nike passou a patrociná-lo. As redes sociais ficaram inundadas com vídeos dele e dos seus colegas do Leicester. O Leicester foi campeão inglês e ele marcou (para já) 22 golos.

A realidade ultrapassou a ficção neste conto de fadas. E o Football Manager atualizou o seu perfil.

Pedro Candeias, Expresso, originalmente publicado a 3 Maio 2016

vardy

[Foto: Reuters]

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s