Um dia rei, outro dia sem comer / Dulce Garcia

O primeiro-ministro português é um optimista. Tem, inclusive, uma private joke com o Presidente da República, outro optimista, sobre este traço de personalidade que se diz ser tão pouco português (e já vão dois para contrariar a tese).

Quando Marcelo disse que o chefe do Governo era dono de um optimismo “crónico” e “ligeiramente irritante”, Costa apressou-se a explicar que se tratava de uma piada alusiva a velhos tempos – o tempo em que foi aluno de Marcelo Rebelo de Sousa e apostou que este lhe daria a melhor nota do curso. A profecia cumpriu-se e o António Costa optimista recebeu agora um presente pela sua fé no lado simpático da vida: é o primeiro chefe de Governo português a beneficiar da condição de campeão europeu. E isso nenhum dos senhores da Comissão Europeia lhe pode tirar.
Costa vai aos fados, mas não embarca em fatalismo. Não é homem para deixar de festejar na segunda-feira com medo do castigo que vai receber na terça. Esse espírito, que uns aplaudem e outros consideram insensato, tem uma carga psicológica fortíssima. Aquém e além-fronteiras.

Há mais de um milhão de portugueses em França. Porteiras, electricistas, empregados de balcão, mas também empresários, gestores e políticos. Na caricatura aparecemos sempre ridiculamente provincianos, choramingas e humildes. Mas ser humilde é bom. Na hora de limpar a taça, até sabe melhor. É assim uma espécie de bofetada de luva branca, neste caso preta, porque o golo da vitória veio do pé de um negro, de um rapaz que cresceu numa instituição e a quem por estes dias chamavam o patinho feio da selecção.

A selecção portuguesa é, quase toda, um somatório de vidas difíceis, conquistas a pulso e muita teimosia. Representa como poucas o poético triunfo dos pobres sobre os ricos e dos fracos sobre os fortes. Se ganhássemos à Alemanha seria a revolta dos PIGS contra os Donos Disto Tudo. Com os franceses foi a derrota da madame pela concierge.

A verdade é que há desportistas, gestores, investigadores, artistas, centenas de portugueses que se distinguem no mundo todos os dias, sem que, muitas vezes, nos cheguem desses feitos mais do que um eco fora de validade. Nessa altura costumamos sentenciar que o que nos falta é cabeça, que lá fora somos bons porque mandam em nós e aqui ninguém se entende, etc., etc., etc.

No Euro 2016 ninguém mandou em nós. Ou melhor, o cigano, o madeirense pobrezinho e o guineense anónimo foram conduzidos por um português suave que prometeu só voltar para casa no dia 11. E se ele cumpriu.
Teve à sua espera outro optimista de serviço, o Presidente fora da caixa, que circula pelo País como se passeasse na praia, exibindo uma autenticidade que enerva inimigos e deve dar muito trabalho aos assessores.

Marcelo e Costa não têm só o optimismo em comum. Possuem outra característica que a coach de Éder (a famosa Susana) valorizará certamente: a resiliência, considerada hoje um factor decisivo para atingir o sucesso. Essa capacidade de resistir à adversidade e nunca deitar a toalha ao chão mostrou-a Marcelo quando esperou pacientemente pela hora de chegar à Presidência (quantos táxis e rios não foi obrigado a enfrentar) e Costa ao construir uma geringonça governativa aonde parecia só haver caos e hostilidade.

Aos dois deve dar um prazer especial estender a mão aos heróis da bola, aqueles rapazes de encarnado e verde que estavam quase, quase a chegar lá mas… nunca chegavam. Desta vez foi diferente. Acabou-se a conversa de “um dia…”; 10 de Julho foi o dia.

E se o hino de Pedro Abrunhosa não se revelou grande banda sonora para o Euro 2016, pelo menos tem uma letra original adequada aos dias que correm. No domingo e na segunda fomos reis, quando chegarem as sanções logo se vê o que vamos comer. Não serão certamente os brioches de Maria Antonieta.

Dulce Garcia, in Sábado, 13 Julho 2016

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s